Microfones e panelas com Gabriel Silva

Publicado: 1 , setembro , 2011 , quinta-feira em Pa-Pum

No Pa-Pum desta semana, vamos conversar com o cooker Gabriel Silva, que nas horas vagas é estudante de Direito, e auxiliar de som na Igreja Batista Sião. O cara é talentoso, bem-humorado e muito disposto a servir a Deus, seja com os lanchinhos que faz para levar para os Zions, seja no apoio dos áudios… Conversamos com ele para saber como ele faz para conciliar tantos dons.

 

Gabriel, me diga… Apesar de sua recente entrada na área jurídica, você tem um dom que muitos de sua igreja já conhecem, certo? Quer compartilhar?

Acredito que é como operador de som. Vejo como um dom que Deus me deu pra exercitar muitas outras coisas da minha vida.

Égua… E olha que eu estava pensando no seu dom cooker!

Hahaha, esse não é bem um dom, eu aprendi por osmose em casa. Minha mãe realmente tem esse dom e eu apenas observei e consegui “imitar” pela repetição e pelas tentativas.

Rs, quais seus pratos favoritos?

Lasanha, charque frito com açaí (como todo paraense, hehe), aliás, qualquer coisa que possa ser acompanhada com açaí e todas as comidas regionais…

Mas, dessas ai, quais você faz? Que pratos são suas especialidades?

Sei fazer lasanha (acho que esse é o meu forte) e sei fazer salgadinhos tipo: coxinha, pastel de forno… e doces como brigadeiro, casadinho e bombons regionais…

Opa!!  Eu já provei, e de verdade, é bom!

Que bom que gostas =)

Eu e a galera do Zion! Bom, e na casa de Deus, dá apoio no som…

Verdade…

Como você descobriu esse dom para o som?

Na verdade, há uns anos, quando eu estava em outra igreja, meu pai era amigo da operadora de som de lá e falou que era pra eu ajudá-la e aprender alguma coisa lá. Na época eu nem sabia o que eram watts, volts ou decibel, mas fui aprendendo justamente por estar ao lado da Dorinha. Comecei aprendendo a enrolar cabo e ligar microfone, quando eu me dei conta, estava cuidando do som da igreja quando ela precisava faltar. E tudo começou com um “você precisa de ajuda?” Depoia disso passei a gostar por conviver nesse meio

Ou seja… Para cozinhar ou cuidar do som basta observar e ajudar.

Basta primeiramente se dispor a ser útil (como em tudo na vida), e observar para poder aprender o básico, depois vem o estudar por fora. Fazer experiências quando dá e sempre procurar aprender mais.

 

Editado pro Luciana Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s