Lugar Seguro

Publicado: 24 , agosto , 2011 , quarta-feira em Por eles...

“Enxuga bem Maria, unge com aloés, esses queridos pés que andam feridos. Vamos ficar Maria, esse é o melhor lugar, pra gente como nós, mas que Ele quis salvar”.
Trecho da canção de Stênio Marcius.

É provável que seja Maria Madalena, a mulher que a narrativa apresenta fatalmente como pecadora. Talvez uma prostituta, condição execrável pela moral religiosa e social em Israel nos dias de Jesus, dentre os pecadores, a mais baixa categoria.

Jesus estava jantando na casa de um fariseu. Este sim, homem de moral ilibada, considerado justo, digno de honras. A pecadora entra em sua casa, coloca-se aos pés de Jesus, lava-os com suas lágrimas, enxuga-os com seus cabelos e perfuma-os.

Ela corria risco de morte. Muitos eram os olhares de desaprovação e rejeição sobre ela. Ninguém no mundo se sentia mais indigna que essa moça, nesse momento.

O que surpreende é a coragem de entrar na casa de um fariseu, aproximar-se de um homem santo como Jesus, tocar seu corpo. Ela decidiu prestar atenção no olhar correto. Entre aceitar o olhar hostil dos homens que pensavam poder julga-la, escolheu fixar seus olhos no olhar de graça e perdão de quem mesmo a conhecendo, escolheu salva-la.

Creio que seremos recebidos na Eternidade pelo mesmo olhar que fez essa mulher cair aos pés de Jesus, o mais seguro lugar para quem sabe que é pecador.

 

Texto de Alexandre Robles, extraído de:  http://www.alexandrerobles.com.br/lugar-seguro/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s