Geração Futuro – espaço para crianças com Cristo!

Publicado: 5 , julho , 2011 , terça-feira em Matérias

Sabe quando você se irrita com uma criança? Ou quando você não tem a mínima idéia de como cuidar dela ou que linguagem utilizar para se comunicar com os pequenos? E quanto às crianças nas igrejas evangélicas, será que a igreja está preparada para recebê-las? ainda mais as dos dias de hoje, que vivem ligadas na mídia e têm fácil acesso ao conhecimento que vai além da televisão.  É evidente que as crianças de agora continuam agitadas, curiosas e com mais sede de informação do que nunca e precisam de atividades e de métodos mais dinâmicos que acompanhem a sua evolução. É aí que surge a necessidade das igrejas se especializarem no modo de tratá-las, de ensiná-las.

Nas últimas semanas, quem tem experimentado mudanças nesse sentido é a Igreja Batista Sião, em Belém, que implantou na igreja um projeto chamado Geração Futuro, que surgiu em 2000, inspirado pelo ministério infantil da Igreja de Willow Creek em Chicago (EUA).  Esse modelo, que está servindo hoje como inspiração para igrejas de outros estados brasileiros, busca levar a mensagem de Cristo através de uma linguagem acessível as crianças, pois ao chegarem nesse pequeno culto, elas são recepcionadas com brincadeiras objetivas, em um ambiente preparado para diversão e alegria junto de crianças de sua faixa etária, cujos líderes são na maioria jovens. O entretenimento é variado e ocorre através de brinquedos, músicas, rodas, competições. Depois, todas as crianças de uma mesma turma se juntam para louvar e aprender mais sobre Deus por meio de teatro e ensino criativo da Bíblia. A programação da Geração Futuro acontece paralelamente ao culto de domingo.

Para fazer esse treinamento com jovens e adultos da igreja, os líderes da igreja chamaram uma expert no assunto, a pedagoga e teóloga Jane Silva. Dividido em três etapas, o mini-curso tem o momento de instrução, onde a professora repassa a visão do treinamento, a missão e os valores. Na segunda, começa a destrinchar o que foi comentado na primeira etapa, apresentando a engrenagem desse ministério, e por fim, parte para a prática.

Jane começou a trabalhar integralmente para Deus quando tinha 21 anos, durante um culto de missões. Depois de seis anos trabalhando com adolescentes, ela partiu para o ensinamento infantil. Foi a São Paulo, onde participou de uma equipe, cuja líder investiu muito na vida ministerial dela. “Participei de conferências, palestras; e o trato com crianças me apaixonou, principalmente aquele novo modo de trabalhar com elas: divertido, alegre, diferente”, relembra. Por isso, busca em seu ministério, ensinar sobre Jesus e os princípios bíblicos de maneira “criativa, divertida e alegre”, reforça.

Quem participou do treinamento com a especialista conta que o método dinâmico vai ajudar crianças a entenderem a Bíblia. É o caso de Gabriel Silva, jovem estudante de Direito, que vê nesse projeto uma ótima chance de despertar o interesse das crianças pela palavra de Deus por ser um projeto bem dinâmico. “Tipo, é diferente do culto normal, é voltado para as crianças. Então, elas brincam, cantam, se divertem e aprendem, diferente do que seria no culto que é, pra maioria das crianças, algo muito chato por ser meio paradão”¬, anima-se.

Concorda com Gabriel, a universitária Eloise Sousa, para quem o treinamento mostrou que é possível desde cedo promover interação entre as crianças e Deus e tornar o culto para elas muito mais interessante. “Acho muito legal quando perguntam alguma coisa a respeito da Bíblia e as crianças sabem responder e/ou quando elas demonstram interesse em aprender. E nessa idade tudo que se faz brincando é muito melhor, e acaba com aquela historia de que ir pra igreja é chato.”

E para quem achava que não tinha muito jeito com crianças, o treinamento serviu também para revelar um talento ou uma terapia. Samy Rassy, estudante de Direito, conta que desde quando houve a divulgação do treinamento, quis participar pra trabalhar na obra de Deus, mas a idéia colocou um pouco de medo nela no início. “Confesso que me assustou a princípio, tendo em vista que eu não sou muito calma, nunca tive muito jeito com criança, mas aceitei o desafio, crendo na capacitação de Deus, e de fato, fui positivamente surpreendida. Deus fez grandes coisas, e começou com sucesso um tratamento na minha vida!”, comemora.

Para Amanda Duarte estudante de 18 anos que já trabalhou com crianças em bairros carentes e com crianças ribeirinhas, o ministério de crianças é como um trabalho muito especial. Apesar da dificuldade em ir ao local, ela colheu inúmeros frutos como a conversão daquelas crianças para Cristo e a conversão dos pais delas. As dificuldades não se restringiram apenas ao acesso, mas na desconfiança dos pais que partilhavam de outra crença. A vitória veio à medida que foi ganhando confiança no grupo que realizava aquele trabalho. Hoje, existe uma igreja naquele lugar. Exemplos assim incentivam a importância de se trabalhar e cuidar das crianças.

A idéia central do Ministério deve buscar, portanto, exatamente o que Jane defende: “transformação de vidas por meio de um relacionamento verdadeiro com Jesus. Isso acontece porque as pessoas que trabalham com crianças, através do testemunho de suas vidas demonstram a importância que Cristo tem para elas”, define.

A estudante da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Luiza Corrêa, que já esteve a frente do trabalho com crianças em sua igreja, diz que alguns pais deixam de levar seus filhos para igreja por acharem complicado levá-las e cuidar delas durante o culto. Pensando em coisas assim, que tal dar uma chacoalhada na igreja, motivando-a no trabalho com os pequenos? Se o corpo de Cristo investir nelas desde agora, quando forem adultas, não se desviarão do caminho correto, conforme garante o sábio rei Salomão em Provérbios 22.6: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”.

Editado por Luciana Almeida, Luís Fernando Almeida e Nayara Aragão

Anúncios
comentários
  1. Gabriel Silva disse:

    RESPEITEI VALENDO MUITO a matéria….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s