Fui criticado hoje!

Publicado: 31 , maio , 2011 , terça-feira em Matérias

Ninguém gosta de ser criticado. As pessoas são criticadas o tempo todo, por uns que gostam delas e outros que nem tanto. Algumas críticas são construtivas, outras não muito. Então, como fazer uma crítica? Como reagir ao receber uma?

Lucas Leite, vestibulando, diz que receber críticas sempre é difícil, e que antes de ter aceitado Cristo como Salvador de sua vida, quando era criticado, costumava procurar algo na pessoa para criticá-la também. “Eu procurava modos de ter um motivo pra fazer o que estava sendo criticado também”, diz, explicando como alfinetava os seus críticos.

A estudante de letras Kathleen Jucá conta que na hora recebe bem, mas depois fica analisando a observação feita. “Me sinto insegura quando tenho de fazer algo justamente na área em que fui criticada”, confessa.

Crítica construtiva – O missionário ucraniano Igor Borodyanets diz que
uma crítica construtiva pode ser feita de forma amorosa e bem-humorada. “Se
você quiser confrontar e edificar alguém, você pode fazê-lo de forma amorosa, e
sendo engraçado. Desta forma, você pode mostrar a essa pessoa que você se
preocupa com o que ela pensa”, opina.

Concorda com o missionário, o bacharel em Direito, Maurício Monteiro, que disserta: crítica construtiva deve ser feita com amor. “E deve orientar uma pessoa da melhor maneira possível até ela atingir seu real potencial”.

Depois de Cristo, Lucas Leite passou a escutar as críticas e refletir sobre o que falam para ele. “Lembro que uma vez, o Bernardo Linhares, amigo e líder espiritual, chegou pra mim e disse: ‘muita das vezes, nós temos que descer do pedestal da razão’. E é algo que eu sempre priorizo em muitos momentos da minha vida”, recorda.

E se a crítica for negativa? Faça como a estudante de Direito Priscila Lobato: não dê atenção.  “Se for construtiva, eu procuro melhorar. Se for só pra me deixar pra baixo, nem ligo”, fala.

A Bíblia fala que quando recebemos uma crítica, ou em qualquer outro momento em que alguém quiser falar conosco, devemos estar prontos para ouvir e demorar a ficar chateado. “Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar”.

E se você for fazer a crítica,seja amoroso, ou melhor, trate aquela pessoa que receberá sua opinião como você gostaria de ser tratado.  “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas”, Mateus 7.12. “Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis”. 1 Tessalonicenses 5.11 e, “Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado”, Hebreus 3.13.

Editado por Luciana Almeida

Foto extraída do blog Teclando 7

Anúncios
comentários
  1. Elizângela Borges disse:

    Esse texto é muito bom gente! Existem pessoas que não sabem exortar a outra. Eu particularmente acredito que não exista crítica construtiva e nem destrutiva, porque crítica sempre vai ser uma crítica, um julgamento, como alguns filósofos colocam, crítica filosófica! Eu acredito na exortação com amor, que é o aconselhamento desprovido de julgamento. Isso nos traz edificação, pois o exortar com amor traz uma carga de ânimo e força de vontade para mudar.

    Não gosto que as pessoas me critiquem, gosto que ela me exortem, conversem, estabeleçam diálogo, mê ajudem a ter solução no que estou errando, e por fim, orem e me acompanhem. Isso sim gera crescimento!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s