Vanessa Bueno

Publicado: 6 , março , 2011 , domingo em Seja bem-vindo!

A analista de sistemas, Vanessa Bueno, 29 anos, que há seis anos aceitou Cristo como seu Senhor e Salvador, nasceu no Estado do Rio de Janeiro, onde freqüenta a Comunidade Evangélica Restauração pela Palavra. Ela conta para a Revista Zion como Deus mudou a sua vida, quando ela sofria de síndrome do pânico.

 

Vanessa, como era sua vida antes de Cristo?

Minha mãe se converteu quando eu tinha uns 6 anos de idade. Eu frequentava a igreja com ela quase todos os dias. Passou a adolescência, mas eu ainda não tinha entregado a minha vida a Cristo e por isso, eu me afastei de Jesus. Minha mãe sempre me ensinou a ter temor a Deus e isso eu tinha, mas passei a não ir mais a igreja.  Eu nunca bebi, nunca fumei nem gostava de noitadas, mas estava longe de Deus, e me sentia vazia e oprimida.

O que aconteceu nessa época?

Foi aí que aconteceu uma coisa inesperada, meu pai ficou doente e logo faleceu. Eu me senti perdida, em desespero, fui ao fundo do poço. Tive depressão que evoluiu pra Síndrome do Pânico. Fiz terapia, tomei medicamentos controlados como antidepressivos e calmantes.

 

Foi muita turbulência…

É verdade. Então, nessa época, abriu uma igreja quase em frente a minha casa. Eu escutava aqueles louvores e me sentia atraída pra lá, mas tinha vergonha de ir. E no dia em que eu tive uma dessas crises de pânico, eu pedi para minha a mãe chamar aquele pastor dessa igreja nova. Quando ele  entrou em minha casa, eu senti a presença do Espírito Santo. Senti tanta paz naquele momento.

 

Eita… que lindo! Deus falou com você através da presença da pastor…logo de cara.

Foi mesmo. Ele Leu a Palavra de Deus e me deu a seguinte mensagem: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.  João 8:32. Essa palavra me ajudou a levantar, pois eu queria mudar de vida, eu queria essa liberdade.

 

Como é sua vida hoje?

Deus mudou minha vida, me libertou, me salvou. Eu fiz o tratamento com os remédios, fiz terapia, mas quem me libertou de verdade foi o Senhor. Depois, eu voltei a fazer as coisas que normalmente fazia sozinha como simplesmente sair conversar com outras pessoas, nem isso eu fazia mais. Fiz a minha faculdade, já trabalhei em vários lugares. Tudo isso com a minha vida nas mãos de Deus.

Hoje, eu não preciso mais de calmantes antidepressivos. Fui liberta da opressão da síndrome do pânico através da Palavra de Deus, e agora eu só dependo de Jesus. Ele é meu Senhor, meu Salvador, meu Refúgio, único digno de Glória e Louvor. Me arrependo de quando estive longe da presença dEle, mas hoje quero estar sempre perto e não me afastar nunca mais.

 

Como é uma pessoa com esta síndrome? O que passa na cabeça?

É a pior sensação do mundo. A pessoa sente um medo do nada. É um pressentimento de que algo muito ruim vai acontecer; acha que vai morrer e acaba por ficar com medo de ter outro ataque de pânico; tem medo de ficar em casa sozinho, de sair sozinho; só de estar no meio da multidão, começa a ter falta de ar, o coração acelera. Sudorese é muita angústia. O remédio serve para diminuir a ansiedade, ajuda bastante no tratamento, mas, eu particularmente quando usava esses medicamentos, sentia muito sono. O que passa é medo de ficar dependente dos remédios, medo de sua vida não voltar ao normal. É um medo constante de ter outro ataque de pânico. A pessoa acaba vivendo em função do medo

 

Que lição você tira de tudo o que passou?

Bom, a lição que tirei disso tudo foi que ninguém consegue ser completamente feliz sem Jesus. A alegria que esse mundo promete é passageira, mas a que Deus dá permanece pra sempre. E que a misericórdia dEle é infinita em minha vida. Eu aprendi também que Ele coloca pessoas para estender a mão na hora que mais precisamos. Eu tive pessoas pela quais sou grata por tudo que fizeram por mim, minha mãe, meu pastor, minha tia, minha avó e meu ex-namorado. Todos me ajudaram incondicionalmente. Eu não sei como recompensá-los pelo que fizeram. Peço sempre que Deus os abençoe. Eu nunca quero esquecer de onde Deus me tirou.

 

Porque pra lá, você não voltará mais.

Amém!

 

Fale com ela:

nessabueno@gmail.com

www.twitter.com/vanibueno

Editado por Luciana Almeida

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s