Ezequias Nascimento

Publicado: 30 , janeiro , 2011 , domingo em Seja bem-vindo!

No ‘Seja Bem-vindo’ de hoje vou lhes apresentar o Zeck, um estudante de Comunicação que apesar de nascido em um lar cristão tomou sua própria decisão por Cristo. El tem 21 anos e cursa Publicidade e Propaganda na Ufpa. Ahh sim, e o nome dele é Ezequias Nascimento. E se você não sabe Ezequias significa “Jeová Fortalece” e tem fortalecido!


Me conta quando foi que você se sentiu bem-vindo à família de Deus ?

Desde o berço já vivia num ambiente cristão. Mas a partir da adolescência fui descobrindo a minha espiritualidade de uma forma mais consistente. Eu não tive uma conversão como todo mundo teve, na verdade eu busco me converter todos os dias, já que e misericórdia dEle se renova todo dia, né?!

É, é sim… E enquanto fostes descobrindo tua espiritualidade chegou a desacreditar?

Então… Acho que se a gente entender dessa forma, passamos a viver o processo de conversão de uma forma mais natural, até que um dia estejamos mais alvos que a neve, este que será o dia da vinda dEle. Muitas vezes duvidei de tudo isso, já que eu nasci baseado muito na fé dos meus pais, não tive muitas oportunidades de experimentar sozinho. Mas foram as minhas dúvidas que fortaleceram a minha fé. Isso porque uma dúvida puxa a outra e chega a um ponto que não tem como acreditar que a vida não possa ser regida por Deus. Que Ele é o centro por onde todas as coisas surgem e retornam.

É, verdade… O evolucionismo não me convence, rs.

A mim muito menos, rsrs. Pois é, eu não tenho uma história daquelas de que “fui um drogado, que viva nas baladas procurando preencher o vazio do meu coração”. Comigo foi diferente. Na verdade eu sentia um grande vazio mesmo estando na igreja. Muitas coisas não se encaixavam pra mim, acho que sou daqueles que só acredita que a tomada dá choque depois de enfiar o dedo umas três vezes, sabe?! É bem difícil me convencer com palavras, eu quero viver pra contar, rs. Vivi muitas vezes confrontado comigo mesmo, percebi que estava reproduzindo um discurso vazio, sem nenhuma sinceridade, cheio de incertezas… Acho que agora eu to caminhando por um outro lado, tô aberto a conhecer as diferentes realidades. Experimentar um evangelho genuíno, que ama de verdade as pessoas que cercam, que reconhece as limitações humanas e deposita a fé somente nEle. Mas não é fácil, é necessário se arrepender todos os dias, se converter dos nossos maus caminhos tomados todos os dias. Pra isso Ele providenciou a Graça todos os dias.

Amém. E me diz, como você conheceu a Revista Zion?

Através da nossa colega, Paulinha, rs. Ela me mandou o link do blog quando ainda nem tinha a 1ª edição impressa, salvo engano… Mas gostei muito da proposta desde o início, e principalmente da execução. Percebo um empenho muito grande por parte dos realizadores e torço pra que tenha uma projeção maior, para o público de fora das quatro paredes. A revista tem muito conteúdo interessante pra quem nem é de alguma igreja.

Amééééém, é o que queremos! Muito obrigada Zeck! Seja Bem vindo ao grupo de leitores da Revista Zion! E que Deus te abençoe!


Editado por Gabriela Azevedo


Anúncios
comentários
  1. Ezequias disse:

    Muito obrigado pelo carinho, Paulinha, Káyra e Drica. E a todos da Revista, vida longa.
    God Bless!

  2. PAULA disse:

    Tive o prazer de trabalhar com o Zek, e posso dizer que além de talentoso, ele é benção na vida das pessoas que o rodeiam. Que Deus te abençoe sempre amigo, e continue fortalecendo e aumentando o seu senso criativo!

  3. revistazion disse:

    Zek, você é benção pra nós e é por causa de pessoas como você, que ainda acredito que existem cristãos que, de fato, buscam conhecer a Deus verdadeiramente, não aquele apresentado de forma distorcida ou esteriotipada, mas o Deus que é individual, que nos ama e nos cuida singularmente, segundo nossas fraquezas, limitações, incertezas e questionamentos. Se todos só aceitarem passivamente sem nada buscar entender melhor ou mais profundamente, tornar-se-ão religiosos, ótimos e assíduos frequentadores de igrejas no domingo.
    Nós, esperamos a volta do nosso Amado num tempo em que não sabemos! Enquanto isso, vamos caminhando, porque esperar é caminhar.
    Abs. =)
    Káyra Matos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s