Por Eles – Retrospectiva

Publicado: 29 , dezembro , 2010 , quarta-feira em Por eles...

A partir de um determinado momento, decidimos trazer textos de pastores, teólogos, compositores, líderes, enfim…textos que pudessem também nos confrontar, esclarecer, questionar e refletir acerca de questões do cotidiano e outras fundamentais da existência humana. Se você ainda não leu, tem agora a oportunidade de ler uma seleção dessas matérias da seção “Por Eles”.

 

As dificuldades em enfrentar a pornografia e a masturbação – Mesmo tendo acesso ao perdão de Deus, não podemos usar isso como uma permissão para pecar. O temor do Senhor, compreendido da maneira certa, nos ensina a nos afastar do mal e a honrar a Deus com nossos corpos. Temer a Deus é respeitá-lo como Senhor e buscar obedecê-lo motivados pelo Seu amor por nós; Trilhando neste caminho temos libertação; A graça nos educa a não pecar.

 

Servir: privilégio de poucos – Servir é mesmo privilégio de poucos. De minha parte, preferiria ser servido. Mas aí teria de abrir de mão do reino de Deus. Teria de abrir mão de desfrutar do melhor de mim mesmo. Teria de abrir mão de você. Definitivamente, me custaria muito caro. Nesse caso, continuo na escola.

 

Sobre pessoas e porcos – Enquanto os religiosos vociferam seus mais entusiasmados sermões, enquanto os políticos se revezam em seus debates sobre o futuro da humanidade, enquanto os banqueiros multiplicam seus lucros, muitos pobres precisam ser restituídos à vida e terem de volta sua dignidade para poderem abraçar seus familiares. A história continua e Jesus de Nazaré permanece um estorvo. Enquanto ele considera que uma alma vale mais do que o mundo inteiro, as nações mantêm essa esquisita predileção pelos porcos.

 

O jovem e sua escolha na vida sentimental – As escolhas fazem parte da vida. Hoje, imperceptivelmente, você fez dezenas delas. E é na juventude que fazemos algumas das escolhas mais importantes do período de nossa existência. Há que diga que essa é a fase das decisões, das escolhas e elas refletirão sobre o resto das nossas vidas. Uma das áreas em que o jovem terá que escolher é na sentimental.

 

Mais que um mero poema – dessa vez a RZion traz não um texto dissertativo mas uma composição muito interessante que relata a situação diária do nosso país. Situação na qual estamos inseridos, e tantas vezes fazemos de conta que nem é conosco. Situação que talvez já nem nos abale, nem entristeça de tão comum que se tornou. Mas o amor que Deus quer que tenhamos pelo próximo deve ser como o amor que sentimos por nós mesmos. Amor é atitude, uma decisão, exige ação, doação.

 

Estou em obras – hoje a Revista Zion traz uma composição pra refletirmos acerca da importância que temos diante de Deus. A partir do momento que dizemos: “sim, eu te quero Senhor, reconheço meus pecados e reconheço que preciso de ti, que tu és o Salvador, o Cordeiro que tira o pecado do mundo”, Ele passa a habitar em nós, e então passamos a ser morada Sua e em permanente obra, pois há muito em nós que precisa ser moldado, retirado, colocado… enfim. Ele poderia ter decidido diferente, mas preferiu viver em nós, mesmo imperfeitos.

 

A fórmula da beleza – Enfim, queremos ser amados. E em algum momento fomos convencidos de que a beleza estética é o caminho mais curto. Mas somente pessoas superficiais acreditam nisso. Salomão tinha razão. Quem tem a beleza ética tem também aquilo que nem sempre está presente na beleza estética, e que faz toda a diferença: brilho nos olhos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s