Profissão: dom?

Publicado: 7 , dezembro , 2010 , terça-feira em Matérias

Que o mundo parece mais complexo quando passamos a fazer nossas próprias escolhas, isso é sabido. Algumas pessoas se estressam só pelo fato de ter que escolher a cor do vestido que irão ou não usar, ou que penteado ficará melhor, com gel ou topete. Entre a maioria das decisões a serem tomadas, algumas delas são consideradas primordiais para quem quer sobreviver no mundo globalizado, o futuro profissional.

Adriano Barreto, 21, universitário do ultimo ano de geofísica, escolheu o curso que ia fazer no vestibular por indicação de um amigo, satisfeito com a escolha, conta que o ideal é saber se a área a ser escolhida apresenta boas oportunidades no mercado. Para Barreto o segredo é “não fazer o que tu gostas, mas gostar do que se faz”, defende.

O administrador Alex Couto, 26, já passou por diversas experiências profissionais e, segue a mesma linha de pensamento, foi gerente de restaurante, trabalhou em uma agência de comunicação, teve o próprio negócio e hoje é servidor público, para este profissional, todas essas escolhas “dependem da satisfação profissional, do tipo quando você chega em casa e está satisfeito com o que fez”, afirma o profissional.

De acordo com o pastor Luiz Flor Santos, em seu blog pulpito.blog.terra.com.br, a escolha profissional “incorreta” pode ocasionar muitos problemas, “nesse processo muitos destroem família, saúde, perdem tempo valioso construindo coisas passageiras” em que a pessoa pode até correr o risco de entrar em depressão, ressalta.

Depois da escolha – Para o pastor, temer a Deus é essencial, mas a pessoa tem que estar atenta a outras situações quando já estiver seguindo a carreira que escolheu, como ter cuidado as chamadas “más companhias”. De acordo com o religioso “as más companhias roubam os bons desejos de um indivíduo sadio”. Outro fator é a ganância, o pastor Santos lembra o que diz Provérbios 1:19, “Tal é o fim de todos os que vão atrás do ganho desonesto; ele toma as vidas daqueles que o obtêm”.

 

Por Paula Costa

Anúncios
comentários
  1. Verdade. E é importante lembrar que somos cristãos antes de qq coisa…existem os cristãos-médicos, os cristãos-engenheiros, os cristãos-jornalistas como eu…rs Que sejamos luz onde estivermos, em que trabalho escolhermos!

  2. Elizângela Borges disse:

    Bem, acredito que antes de sermos qualquer coisa, precisamos perguntar a Deus o que é que Ele quer que nós sejamos. Quando adolescentes, e mesmo quando jovens ou adultos, às vezes é difícil sabermos com clareza o que queremos como futuro para nós.

    Tudo é mais confuso e difícil de entender nessa época da vida. No geral, somos embalados com facilidade para qualquer coisa que nos ofereçam e aparentam ser boas. Aí é que vejo o perigo das nossas escolhas, onde há a necessidade constante de buscarmos a vontade de Deus.

    Sempre digo que o profissional para ser bem sucedido precisa de duas coisas: gostar do que faz e fazer isso muito bem, de uma forma que só ele sabe fazer, mais ninguém. Há os que levam a vida profissional como ‘hobbie’, isso é legal, pois o índice de estresse de uma pessoa assim torna-se muito baixo. Encara tudo com muita dedicação e vontade.

    Ser ou não ser médico, ser ou não ser advogado, ser ou não ser administrador, ser ou não ser, ser ou não ser…

    Uma das coisas que eu sei da qual tenho convicção de que fiz a escolha certa, foi ter colocado a minha vida profissional nas mãos de Deus e ter deixado que Ele a conduzisse, mesmo sabendo que o meu querer, minhas vontades, seriam totalmente substituídas pelo o que Deus traçou para a minha vida. Hoje posso dizer que profissionalmente, não sou frustrada, pois não me encontro fazendo outra coisa se não o que eu faço. Aprendi a amar a minha profissão com toda a minha força e a me dedicar a ela, me encontrei completamente. Sou assim porque eu sei que Deus quer me usar por meio da ciência que estudei. Isso me rendeu despertar aquilo que Deus queria que eu despertasse e descobrisse, o que durante a minha adolescência, não conseguia por medo.

    Vivo feliz, mesmo com o muito trabalho que tenho, as muitas responsabilidades e a menor disponibilidade de tempo durante a semana. Sei que no tempo de Deus, tudo moverá, mas até lá, enquanto Ele não muda a situação, Ele quer me mudar!

    “Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará.” (Sl 37: 4 e 5), “Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” (Mateus 6:21)

    Foi difícil para eu entender, mas eu entendi. Glória a Deus!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s