Ore pelos vivos!

Publicado: 2 , novembro , 2010 , terça-feira em Matérias

Hoje é o Dia de Finados, momento em que muitas pessoas vão aos cemitérios deixar flores para os parentes, amigos que não estão mais entre nós. Para a jornalista Adriana Pereira, é um dia de recordações. “Para relembrar dos entes queridos que se foram e deixaram saudades. Indo ao cemitério, você se sente mais próximo do seu ente”, diz ela.

Para um dos líderes de grupo familiar de jovens da Igreja Batista Sião, Flávio Paes, apesar de a ocasião ser de luto, de saudade, período para se lembrar das pessoas que já foram, o problema é quando deturpam esse dia. “Quando deveria ser dia de mera saudade transformam em outra coisa como idolatria e petições”, afirma.

O que a Bíblia fala sobre o assunto?

A Palavra de Deus afirma que o homem morre uma única vez e depois disso, ele irá para o juízo, momento em que Deus julgará os atos de todos (Lucas 9.27). Isso quer dizer que não tem purgatório, não há aquele momento em que o homem poderá se purificar dos pecados, depois que morre. Aliás, os mortos não sentem coisa alguma, como a própria Bíblia esclarece em Eclesiastes 9.5-6.

Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.

A Bíblia acrescenta que o que você tiver que fazer, por você ou por outro, faça-o em vida, porque na morte, isso não adiantará mais…

Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.

Aliás, Deus condena o ato de tentar se comunicar com os mortos, como está bem descrito em Deuteronômio 18.10-12:

Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti.

Por isso, ore pelos vivos. Ore para que creiam em Jesus, e se convertam ao Senhor antes que o dia deles chegue e nada mais se possa fazer. Também ore pelos familiares daqueles que já se foram, pois a dor da perda de alguém que se ama é muito grande, e é preciso muito companheirismo, amizade e amor para que o sofrimento seja minimizado.

Leia mais sobre o assunto no site A Igreja em Quinta do Conde e no blog Verbo de Deus. Tem um Estudo da Igreja Batista Fluminense, em PDF, que também é esclarecedora sobre o assunto: Os mortos podem se comunicar conosco?

Ilustração extraída do blog http://algarve-saibamais.blogspot.com

Editado por Luciana Almeida

Anúncios
comentários
  1. Lu, muito bom o artigo! A propósito, estava precisando… afinal existem crenças em que precisamos nos fazer ainda mais entendidos para poder esclarecer melhor às pessoas sobre estes assuntos. O estudo da Igreja Bastista Fluminense é bem legal. Parabéns… e obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s