Boca pra que te quero?

Publicado: 25 , julho , 2010 , domingo em Matérias

Pode ser grande ou pequena, é avermelhada e serve para saber se algo está quente, frio, doce, amargo ou azedo. Descobriu o que é? Essa foi fácil leitor. A língua. Além de ser responsável pela deglutição e pelo paladar, o órgão é essencial para uma das coisas mais naturais realizadas pelo Homo sapiens, o processo da fala.

Apesar do ser humano ser um animal inteligente e abençoado por saber decodificar sons em algo que faça sentido, permitindo assim a comunicação, existem aquelas pessoas que colocam a boca no trombone e as que sempre sabem o momento certo de falar algo.

Na Bíblia Sagrada são encontradas várias citações que alertam quanto ao uso singular da fala: “mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no Dia do Juízo. Porque por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado“. (Mateus 12:36-37)

Para a estudante de jornalismo Catarina Barbosa, 25 anos, comunicativa desde criança, todo mundo tem vontade de falar mais do que poderia e, expressar a sinceridade que sente.  Mas, até que ponto o dizer se torna exagerado?

De acordo com Catarina, “a maioria das pessoas se poda na hora de falar algo a alguém por civilidade, medo ou simplesmente por não querer magoar os outros. Mas o pensamento dessas pessoas que não falam é o mesmo, elas falando ou não”.

Nosso Senhor foi criticado por falar o que pensava às pessoas que Ele considerava hipócritas, como em Marcos 7:6, “bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim”, e a verdade dita por Ele é essencial até hoje para que paradigmas que fugiam da palavra de Deus fossem repensados.

Falar a verdade quando se trata da palavra e do querer de Deus não é considerado errado, porém o cristão, como agente consciente da vontade do Senhor deve estar atento para o que as escrituras alertam quanto a vontade, quase autônoma, em alguns casos, da língua.

Para o designer Filipe Igor Viveiros, 21, falar as coisas sem pensar ,em qualquer ramo da vida, não é algo muito esperto, “pois ao fazer isso você corre sempre um grandes riscos de cometer equívocos, ser mal interpretado e opinar sobre coisas das quais nem mesmo você tenha certeza. Sobretudo como cristão, um cristão que tome um atitude como essa, pode acabar julgando alguém ou não compreendendo uma dúvida”.

O livro de Tiago também traz advertências a respeito do falar “mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus: de uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. (Tiago 3: 8 -10).

Para a advogada Mylene Cunha, 23 anos, o cristão pode usar as palavras de várias formas, “quando ele, usando o discernimento e a sabedoria do Espírito Santo, perceber que num determinado momento ou situação o fato de ele expressar o que pensa fará a diferença, edificando, confrontando, consolando, aconselhando, estimulando, exortando e alegrando”.

Editado por Paula Catarina

Anúncios
comentários
  1. kmatos disse:

    É povo, é difícil mas é imprescindível que controlemos a língua! mas ai desse que de alguma forma “destrói” a vida de alguém com fofocas, disse-me-disses e inverdades…
    Que Deus seja tudo em nós.

  2. Tonny Raphael disse:

    Quem muito fala, muito peca!!! É necessário as vezes ficar calado, pois no calar, também tem benção de Deus!!! Amém irmão(a)???

    • Rod disse:

      O importante é a intenção dos nossos corações, em querer ou nao ajudar a quem estamos falando. Mas, é claro que com muiito temor no coração e respeito, para não sermos interpretados mal.

  3. Luciana Almeida disse:

    Precisamos aprender a refrear a língua….às vezes, falamos besteiras e o arrependimento bate…depois, nos resta assumir a responsabilidade pelo caos…rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s