Quem não cola não sai da escola?

Publicado: 3 , julho , 2010 , sábado em Matérias

Para alguns estudantes, vestibulandos ou concurseiros, fazer prova é um momento de tensão capaz de causar atitudes desesperadoras.  Independente se a pessoa estudou ou não, quem esquece das respostas pode escolher entre dois caminhos, deixar de responder e ser honesto, ou,  apelar para a forma humanamente mais fácil: a tentadora cola.

É comum aparecer na televisão notícias de provas roubadas, cola eletrônica gabaritos fornecidos ilegalmente. Nesses casos, além da pessoa perder o mérito entre amigos e conhecidos, outros acabam sendo prejudicados e, o pior, que é ficar com a consciência pesada por ter decepcionado o Pai. O livro de Salmos, capítulo 107, versículo 17,  afirma que “os loucos por causa da sua transgressão, e por causa das suas iniqüidades, são aflitos”.

Hugo Brito, 29, engenheiro de produção formado há mais de um ano, acredita que para quem cola, uma das conseqüências é ser lembrado no futuro não pelos êxitos que conquistou, mas por ter copiado a resposta de outra pessoa. “É bem melhor ser lembrado por ter se esforçado e conseguido”, afirma o engenheiro. Em outros casos, quem se acostuma a colar pode ter dificuldades em fazer qualquer teste, exemplifica Brito.

E quem passa a “cola”?

Esse tipo de situação pode envolver várias pessoas, mas para que o ato seja efetivado, pelo menos dois agentes participam, quem cola e quem a fornece (mesmo que sem saber). Ao serem descobertos podem ser penalizados.

A estudante de psicologia, Samara Rolo, 21, membro da Igreja Batista do Telégrafo, confessa que já passou cola quando estava no ensino médio, e pensava que essa era uma forma de ajudar os amigos. Hoje, arrependida e na universidade, afirma que não passa mais cola mesmo que os outros fiquem chateados, “pois quando amadurecemos como cristãos, temos que saber que pecado é pecado. Não podemos decepcionar o nosso Deus”.

Para o cristão que estuda e acaba esquecendo, o melhor jeito de se acalmar é confiar no Senhor. Em Provérbios, capítulo 2, versículo 3, a palavra de Deus mostra o que Ele pode fazer para quem se prepara: “se clamares por inteligência e entendimento, alçarei a tua voz”.

A Bíblia Sagrada também fala do ser diligente, que significa ser zeloso. Isso se aplica em todas as circunstâncias da vida cristã, principalmente nos casos que requerem mais disciplina e esforço, como um teste: “viste o homem diligente na sua obra? Perante reis será posto” (Provérbios 22:29).

Editado por Paula Costa

Anúncios
comentários
  1. Gaby disse:

    Boa Paula, infelizmente tbm já cometi esse fato, mas isso nao faz mais parte da minha vida…Sou nova criatura.

  2. Paula disse:

    Tb estou muito feliz em escrever para a RZion e estar trabalhando para o Senhor! Não há coisa melhor do que usarmos as ferramentas que Deus nos diponibiliza para servirmos a ele. Obrigada por estarem acompanhando a Revista!

    Abçs!

    😉

  3. Tonny Raphael disse:

    MUITO BOA MATÉRIA, PRECISAMOS OLHAR COM MAIS SERIEDADE ALGUNS ASSUNTOS COMO ESSE, NA MINHA VIDA ANTIGA COLAVA POR DIVERSÃO E ESCAPE.

    MAS HOJE ISSO É DO CAPIROTO.

  4. Samara Rolo disse:

    Amiga! Vc esta de PARABENS com a matéria. Aprovadíssima, pena q nao pude ajudar por completo com a indicação da outra profissional, mas enfim, ja tenho o contato caso em outro momento vc precise é só falar! Com antecedência =) Q vc continue sendo instrumento do Senhor! Saudades…
    Lembre sempre q precisar é só ligar!!!!!

  5. Bernardo disse:

    Paula, altíssimo nível… Curti mto a matéria! E to mto feliz por estares na revista 😉

    cara, ninguém acredita, mas eu nunca colei! É verdade. Ta certo que antes de 2005, quando assumi um compromisso com Deus, eu não colava por puro orgulho hehe =T preferia tirar zero dq tirar a nota de outra pessoa. E graças a Deus hoje eu tb não colo por ter essa tranquilidade de falastes, eu dependo exclusivamente Dele, e ele já me demonstrou isso varias vezes não só nos estudos. Ei, é mto massah ter a paz q vem de Deus, e saber q Ele toma conta de todos os aspectos da nossa vida, ate mesmo de uma prova, de um semestre ou um ano em jogo. Simplesmente não tem preço! 😉

    bjao
    God bless you =]

  6. André Sherring disse:

    A “COLA” é uma fraude, de início, dá certo, quando com êxito, porém o preço é alto, lógico, para quem quer ser diligente na vida como em Pv 22:29. A “cola” trás uma falsa sensação de sucesso, descobrirás depois o fracasso. A “cola” é injustiça e DEUS não guia ninguém por estes caminhos, estarás só (Sl 23:3b), pois Ele nos guia pelas veredas da justiça. A “cola” é pecado, errar o alvo diante DEUS e os homens, e por este ato, estarás SÓ! DEUS não entra neste negócio. Por experiência própria, a “cola” em minha vida, levou-me a um alto preço, colhi as consequência e me arrependo. “Cola” é fraude: Hb 3:10-11 (Por isso, me indignei contra esta geração e disse: Estes sempre erram em seu coração e não conheceram os meus caminhos. … [leia o vers. 11]) e por isto, não deve esta prática, fazer parte de nossa vida. Que JESUS trate conosco, conforme nossas necessidades.

  7. Luciana Almeida disse:

    Ahh dilema!! Gente, isso é uma triste realidade. Já fiz essa besteira de colar. Já passei cola também. Felizmente, isso já não faz parte da minha vida há muitos anos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s